Amigos, neve e um parque infantil


O Miguel, a deslizar de trenó, com direito a paparazzi e tudo 😊

"O mundo é um livro e aquele que não viaja lê sempre a mesma página."

- Santo Agostinho


No ano passado, levámos o Miguel e o Rodrigo à Serra da Estrela. Desde aí, o Miguel está sempre a perguntar quando é que regressamos à neve! Sempre que vê desenhos animados com neve, pergunta quando é que lá vamos. Quando vê as fotos que tirámos, pergunta quando é que lá vamos.

Em conversa com uma amiga, que tem uma Filha da idade do Miguel, e uma casa lá perto, combinámos ir todos juntos. Por isso, o nosso desafio era arranjar um fim de semana que nenhum de nós tivesse planos inadiáveis, nenhum dos miúdos estivesse doente (2 nossos + 2 deles + 1 de outros amigos que também vieram connosco, em pleno Inverno, é uma proeza 😉), houvesse neve, mas estivesse Sol... Um alinhamento perfeito, portanto!

Fomos acompanhando as previsões de tempo neste site, e encontrámos, finalmente, O fim de semana!
Planeámos tudo num abrir e fechar de olhos, não fosse a sorte fugir-nos 😉.

E foi fantástico!

Os mais velhos adoraram 😍!
Os mais pequenos, nem tanto. Ainda assim, o Rodrigo gostou, até perceber que a neve era fria e molhada...

Quando viu a neve, achou imensa piada. E estava com vontade de sentir a textura, de brincar com a neve. Ainda andou no trenó, mas não ficou fã. E aquelas luvas estavam a dar luta! Quando, finalmente, conseguiu tirá-las, pôs logo as mãos na neve e espalhou-a, como faz com a areia. Foi aí que percebeu que ficou com a mão molhada e fria! Ficou muito ofendido! E só no carro, com uma caixa de bolachas na mão, a ofensa lhe passou...




O Miguel, delirou!
Andou com o trenó para cima e para baixo, sempre muito divertido, apesar de também achar a neve gelada e molhada 😉, isso não o impediu de vibrar com a brincadeira! Por ele, tinha ficado até o Sol pôr...




Para os miúdos se divertirem mais e aproveitarem, aconselho, de facto, os trenós (claro que se tiverem uns amigos mesmo fixes que tenham um para vos emprestar, melhor ainda). De resto, botas impermeáveis, gorros e cachecóis, luvas (idealmente das impermeáveis, mas como já não conseguimos encontrar nada para a neve, levámos das normais mesmo), calças também impermeáveis, kispo, e, na dúvida, uma muda de roupa para quando vierem embora.
E fazem a felicidade da criançada!


No dia seguinte, ficámos por Celorico da Beira, onde  que eles já tinham visto um parque infantil que lhes chamou a atenção. E, claro, a diversão foi imensa!
O parque era mesmo muito giro, com opções para grandes e pequenos.

Parque Infantil de Celorico da Beira

Não sei quem se divertiu mais, os pequenos ou os grandes...

É interessante de verificar que nem só nas grandes cidades encontramos parques giros e modernos para as crianças. E ainda bem que assim é! Neste parque, à semelhança de quase todos os que conheço em Portugal, não há sombras. Mas os detalhes do parque deixo para quando escrever sobre ele...


E, rapidamente, o fim de semana acabou.
Se perguntarem ao Miguel como correu o fim de semana ele vai falar-vos de ter ido com a Helena, à neve e ao parque e nem ficamos a saber muito bem o que é que ele gostou mais. Mas não há dúvida que se divertiu. E o Rodrigo aproveitou o fim de semana para praticar um tímido "Mamã" e algo que se assemelha a "Mano" (pelo menos o irmão reconhece e vibra sempre que o Rodrigo diz isso), por isso admitimos que também gostou 😊😍.



ONDE COMER



Apesar de, em casa, termos uma rotina estabelecida, e raramente alterada, de comer sopa+prato+fruta, quando estamos em viagem, temos o lema "férias são férias". E isto significa que as refeições também sofrem alterações (e ninguém fica com fome, por isso 😉). Este foi um dos ensinamentos que o nosso pediatra sempre nos quis passar, mas só depois de começarmos a passear com os miúdos é que aprendemos, realmente, a relaxar sobre este assunto.


→ Casa a Torre

Tem imensos cafés, que também têm artesanato (pudemos comprar o nosso íman) e os famosos trenós à venda (se não tiverem já, aproveitem para comprar aqui, que são mais baratos que na barragem).
Nós fomos a este e adorámos as fabulosas sandes de presunto com queijo da serra! Uma delícia!
O Miguel adorou o presunto e o Rodrigo, o pão 😊. Não é mau dividir uma sandes com eles...


À porta também tinha os cães, Serra da Estrela, fofos, fofos, que fizeram as delícias dos pequenos. O Miguel gostou tanto deles, que o íman que escolheu para a nossa coleção é um cão.


Morada:
Rua do Comércio, nº 34
Sabugueiro, Portugal


→ Museu do Pão

Desta vez não fomos comer aqui, mas, definitivamente, merece uma visita (o restaurante, porque tenho que confessar que, apesar de já lá ter ido imensas vezes, nunca visitámos o museu propriamente dito, que fica sempre para a próxima...).

A refeição é composta por um bufete de entradas, que por si já chegariam como refeição, mas que é seguido de prato de peixe e prato de carne, terminando num bufete de sobremesas, para o qual, normalmente, já não temos grande apetite, mas ao qual não conseguimos resistir! Até hoje, nunca desiludiu!


Da nossa visita, em 2016

Morada:
Rua de Santa Ana | Quinta Fonte do Marrão
Seia, Portugal


→ Restaurante João Nova Estrela

Comida caseira e um ambiente familiar, serão a melhor forma de descrever este restaurante. As nossas escolhas recaíram em duas especialidades da casa: a posta à mirandesa e o cabrito e ninguém se arrependeu da escolha!
Tem todas as comodidades para quem vai com crianças pequenas, desde cadeiras a fraldário. Só ficou a faltar mesmo a toalha de papel, para poderem desenhar enquanto comiam 😉.
E tirar uma foto, também faltou... E aquela posta merecia...


Morada:
Avenida Doutor Marques Fernandes, nº 1
Celorico da Beira, Portugal


→ Isaura Esteves

Não é propriamente um sítio para se almoçar, ou jantar, mas é de passagem obrigatória, para ir buscar um belo queijinho da serra. É uma boa forma de prolongar por mais uns dias o sabor do fim de semana. Literalmente! 😊

Eu adoro Queijo da Serra!

Morada:
(atrás do Tribunal - junto à Casa do Benfica)
Celorico da Beira, Portugal

Comentários

Playgroup de Gaia | Dia dos Avós

Posts mais lidos