Serviço Nacional de Saúde

Calma! Está tudo bem! Foi só uma amigdalite.




Eu sou fã do nosso SNS! A sério que sim!

Foi lá que, quando tive o tromboembolismo pulmonar, me salvaram a vida (ao contrário do privado, onde desvalorizaram o que eu tinha)! É lá que continuo a ser seguida por um médico fantástico, super disponível, acessível e atento. E todos os médicos por onde fui passando, sempre foram profissionais exemplares.

Foi lá que fui seguida, nas minhas duas gravidezes, de risco, e tudo correu muito bem! Desde médicos, enfermeiros, pessoal auxiliar, todos sempre foram muito atenciosos e prestáveis.

É lá que somos todos seguidos, por uma médica de família 5 estrelas, que nos ouve, acompanha, esclarece, apoia, compreende. Com uma enfermeira de família que nos conhece e está sempre disponível para nos ajudar.

Quando preciso de alguma coisa, prefiro o SNS a qualquer hospital privado.

E não, não gosto de ir a correr para o hospital porque sim e porque não, nem tinha nada de grave! "Então," perguntam vocês (e bem!), "o que foste tu fazer para o hospital num domingo à noite?"

Nós fomos passar o fim de semana à Régua (zona que eu adoro, e prometo contar-vos tudo depois). No Sábado à noite eu fiquei com febre. Domingo à noite, quando chegámos a casa, ainda tinha febre e vi a garganta inflamada.

Como acho que todo o sistema funciona melhor quando não entupimos as urgências dos hospitais com situações que não são, de facto, urgências hospitalares, liguei para a Linha de Saúde 24  a descrever o meu estado e a perguntar onde podia ir. Aconselharam-me a ser vista ainda no Domingo e a dirigir-me aos SASU de Soares dos Reis, em Gaia, que estariam abertos até às 24h. E eu fui. Cheguei lá e, afinal, estava fechado (e, de acordo com as senhoras da limpeza, já é assim há cerca de 1 ano!). Novo contacto para a Linha de Saúde 24, que dizem que não podem atualizar a informação no sistema (?!) e que devo fazer uma queixa no site da DGS, encaminham-me agora para os SASU de Espinho, que estariam abertos até às 24h.

Um pouco cética em relação a esta informação, mas resolvida a não entupir as urgências do Hospital, lá fui eu para Espinho. Quando lá cheguei, voltei a dar com o nariz na porta!

Resignada, com frio e febre, lá fui eu para o Hospital, 1h30 depois de ter saído de casa (e moro a 10 minutos do Hospital!) com uma simples amidgalite. Uma pulseira amarela e duas horas depois, lá se confirmou a amigdalite, e vim de lá, quase às 2h da manhã, com a minha receita de antibiótico.

E com a certeza que este problema vai continuar a existir porque, embora a Linha de Saúde 24 tenha sido avisada que a informação que dispõem sobre os SASU está errada, nada podem fazer sobre isso!

É só a mim que isto me parece absolutamente errado, ridículo e outros adjetivos, menos simpáticos, que não vou escrever aqui, mas que os pensei a todos enquanto andava, doente, com febre, com frio, de um lado para o outra, a passear por Gaia ao sabor da incompetência alheia?

Comentários

Playgroup de Gaia | Dia dos Avós

Posts mais lidos