Balanço de 2016 , sem filtros

2016 foi um ano, emocionalmente, rico!

Antes de mais, e o mais importante de tudo, foi um ano que cresci como Mãe!
Um ano que me permitiu ver os meus Filhos crescer, passar tempo com eles, proporcionar-lhes experiências enriquecedoras e construir, com eles, uma infância Feliz é, sem dúvida, um excelente Ano! Um ano que manteve a minha Família unida e com saúde, é um excelente Ano!
E, quem tem Filhos pequenos, nunca tem dias monótonos 😄.

Mas nem só de Família se fez este ano! Muitos foram os acontecimentos que marcaram este ano.

Desde logo, a minha incursão na política, que, apesar de ter terminado com uma desilusão, serviu para pôr um assunto importantíssimo na ordem do dia: a amamentação. Sem julgamentos e sem críticas, apenas como forma de poder criar condições para que cada Família possa, de facto, escolher o melhor para si. Sem constrangimentos!
Há muito ainda a fazer! E eu sei que, mesmo que esta alteração seja conseguida, muitas Famílias continuarão a, por um motivo ou por outro, não conseguir fazer uma escolha livre. Que há profissões que não serão contempladas numa alteração deste género. Mas já será alguma coisa! Já serão algumas Famílias! E, por isso mesmo, eu ainda não desisti de lutar pelo aumento da licença parental, nomeadamente a gozada em exclusivo pela Mãe. Porque os nossos Bebés merecem! Porque faz sentido! Porque as nossas Famílias precisam de quem lute por elas! Porque o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal continua a ser descorado e porque para que esse equilíbrio exista ainda tem que haver intervenção do legislador!

Profissionalmente, este ano trouxe mudanças inesperadas e ainda não resolvidas.
Mas que muito me ensinaram! Aprendi que, quem diz que é nos momentos críticos que conhecemos os verdadeiros Amigos, sabe o que está a dizer e, certamente, já por lá passou! Aprendi que as pessoas são muito mais leais e solidárias quando acreditam que podem receber algo em troca! Aprendi que os Pais preferem ensinar os seus Filhos a olhar para o lado do que a falar a verdade (e depois admiram-se dos casos de bullying que repetidamente vemos na televisão, ou sentimos na pele)! Aprendi que Justiça e Verdade querem dizer muito pouco a muita gente e são valores demasiado elásticos! Aprendi que "para sempre" tem significados diferentes consoante as situações e os interesses!
Mas, agora que sei tudo isto, sinto-me mais forte e mais decidida! Pronta para os próximos desafios!

Despeço-me, assim, de 2016, convicta que fiz tudo ao meu alcance para dar o melhor de mim, enquanto Mãe, Esposa, Filha, Irmã, Amiga, Cidadã, Profissional, enfim, Pessoa.

E com a confiança num 2017 ainda melhor do que o ano que agora termina!
Com a curiosidade de ouvir o Rodrigo começar a falar...
Com vontade de continuar a divertir-me com as conclusões do Miguel e com a perceção de que, cada vez mais, ele é capaz de formular as suas próprias opiniões e interpretações do que o rodeia...
Com a certeza de que uma Família unida é capaz de ultrapassar os maiores obstáculos...
Com a convicção de que os Amigos são a Família que escolhemos e que Amigos verdadeiros são um tesouro inestimável...

Feliz 2017!

Comentários

Playgroup de Gaia | Dia dos Avós

Posts mais lidos