Aberta a Época das Bolachas ;)

Eu não sou fundamentalista no que diz respeito à televisão. Os miúdos gostam, e nós acabamos por aproveitar para nos aconchegarmos com eles no sofá, ou para fazer qualquer coisa sem os ter sempre "pendurados" em nós.

Mas, tenho que confessar, que me faz muita confusão que fiquem o dia inteiro hipnotizados pela caixinha mágica (que, hoje em dia, já nem é uma caixinha...). Eles ficam rabugentos e eu acabo por ficar com um sentimento de dia desperdiçado, de tempo (valioso) que podíamos estar a passar juntos, mas estamos a perder em frente àquele pequeno aparelho.

Claro que o tempo mais farrusco, e, principalmente as gripes e constipações, acabam por nos obrigar a ficar mais tempo em casa. Ainda ontem, com a mega constipação do Rodrigo e o nevoeiro que esteve grande parte do dia, eu e o Miguel, se estivemos meia hora, lá em baixo, no parque, foi muito (o frio era tal, que foi ele que pediu para vir para cima, para o quentinho...).

E, sendo certo que a brincadeira livre também é muito importante, ter algumas atividades de interior também ajuda a garantir diversão familiar :)

Uma das que eu e o Miguel mais gostamos é fazer bolachas (uma das receitas que usamos é esta, mas o que interessa é que eles se divirtam). Serviu-nos de entretém muitas vezes, quando estávamos em casa, ainda durante a gravidez do Rodrigo e depois, durante a minha licença. Costumamos, também, fazer no Natal, para ele oferecer aos Avós, Tios e Padrinhos (talvez por isso, a primeira bolacha que comi, soube-me a Natal...).

Mas ainda não tínhamos tentado fazer com o Rodrigo. Hoje, ainda por cima, o Papá também estava cá para pôr as mãos na massa. Chegámos à conclusão que dois de nós comem mais massa do que fazem bolachas e dois de nós é que fazem grande parte do trabalho... Deixo o desafio de descobrirem qual é a dupla que trabalha e qual é a dupla que come a massa ;)


 





Comentários

Playgroup de Gaia | Dia dos Avós

Posts mais lidos