Quando 1+1 não é igual a 2

Quando estava grávida do Rodrigo, alguém me disse que, quando se tem o segundo Filho, 1+1 não é sempre igual a 2.

Na altura sorri, sem perceber, de facto, o alcance dessa constatação.

Claro que, durante a minha licença, e por ter ficado sozinha com os dois, houve alturas mais cansativas, em que a exigência de ter dois bebés em casa se fazia sentir. Mas nunca me pareceram mais do que dois ;)

Até que o Rodrigo começou a deslocar-se sozinho, primeiro a gatinhar e agora a andar. E começou a manifestar as suas vontades e preferências (imagino que piore quando ele souber falar!). Comecei, então, a compreender de que forma é que, muitas vezes 1+1>2...

E, depois, decidi ir, sozinha, com os dois à praia... Aí 1+1 é, definitivamente, mais do que 2! Quando um quer ir jogar com a bola e o outro quer comer areia e pedrinhas, ou quando um quer ir fazer castelos na areia e o outro quer comer areia e pedrinhas, ou quando um quer ir molhar os pézinhos e o outro quer comer areia e pedrinhas... Parecem, pelo menos, uns 4 ou 5...

Comentários

Ana Branco disse…
Definitivamente, tens que levar a avó dos meninos..
Carina Pereira disse…
Tenho que me precaver, para quando a Avó tem "umas coisas para arrumar"...

Posts mais lidos