Apelo ao Tecido Empresarial Português

"Quem meus Filhos beija, minha boca adoça"

- Provérbio Popular


A taxa de natalidade, em Portugal, está num nível preocupantemente baixo. 

Apesar de as pessoas desejarem ter mais Filhos (mais precisamente, 2,31 Filhos, de acordo com um inquérito sobre a fecundidade, levado a cabo pelo INE, em 2013), a verdade é que esse número se fica pelos 1,2 (dados de 2013), muito aquém dos 2,1 necessários para que se verifique a substituição de gerações.

As boas notícias são que, se criarmos condições para que os portugueses tenham o número de Filhos que desejam (2,3 também nos dados do referido inquérito), esta crise de natalidade pode ser resolvida! Cabe a cada um de nós contribuir para incentivar a natalidade.

Um dos fatores que influencia a decisão de ter, ou não, um ou mais Filhos é o trabalho. Quer seja pela estabilidade financeira, pelas perspetivas de progressão na carreira, pela dificuldade de conjugar a vida familiar e profissional, a verdade é que este é um fator determinante.

Sendo certo que o Estado deve ter um papel preponderante na resolução desta questão, através da criação de leis e de mecanismos que garantam a sua aplicação, também deverá caber às entidades empregadoras um papel ativo, na aplicação da legislação existente, mas não só! Muitos são os casos de empresas, reconhecidas nacional e internacionalmente, que têm políticas internas que vão além do que a lei obriga. Estas empresas têm uma preocupação comprovada com o bem-estar dos seus colaboradores, onde a questão da parentalidade se inclui. E os seus resultados estão à vista!

A sua empresa pode dar já o primeiro passo, juntando-se às mais de 27.000 pessoas que assinaram a Petição "Licença de maternidade de 6 meses, pela saúde dos nossos bebés" , e manifestando o seu apoio institucional a este pedido.




NOTA: Se quiser que a sua empresa se junte a este movimento, por favor, envie-nos um email.

Comentários

andreia oliveira disse…
Bom dia Carina,

Sou uma mãe de uma menina de 4 anos e em Maio 2016 vou ser mãe de um menino :), quando ela nasceu passei o mesmo que você,sabe-me disser quando vai ser aprovada a licença alargada para 6 meses?
Aguardo uma resposta,
Obrigada pela sua atenção

Andreia Carina Oliveira
andreia oliveira disse…
Bom dia Carina,

Sou uma mãe de uma menina de 4 anos e em Maio 2016 vou ser mãe de um menino :), quando ela nasceu passei o mesmo que você,sabe-me disser quando vai ser aprovada a licença alargada para 6 meses?
Aguardo uma resposta,
Obrigada pela sua atenção

Andreia Carina Oliveira
Carina Pereira disse…
Gostava muito de saber responder à sua questão. Mas não sei.
Nem sequer a data em que a petição vai a apreciação do plenário, nem se algum grupo parlamentar vai apresentar alguma proposta para que a lei seja alterada, nem quando é que, se alguma coisa for alterada, poderia entrar em vigor.
Espero que alguma coisa se altere e que possa usufruir. Mas, mais que isso, não sei.
Assim que tiver novidades, eu publico aqui no blog.
Boa sorte!

Posts mais lidos