Ainda a Conjuntivite

Pois é, cá estamos, novamente com conjuntivite :(

Como já era a segunda reincidência do Rodrigo, o pediatra achou melhor ele ser visto por um oftalmologista. Viemos de lá com um antibiótico novo (o terceiro, em 3 semanas) e com uma dica muito útil para lhe pôr as gotas: deixá-lo adormecer e pôr uma gota num olho, esperar um bocadinho, e depois pôr no outro olho. É que com tantas gotas, já era uma batalha épica cada vez que tinha que lhe pôr outra gota!

Também viemos com indicação de ficar em casa. O pediatra sempre disse (e eu não podia concordar mais) que bebé doente quer casa e mimo da Mamã. A médica de família passou-me a baixa e eu, por curiosidade, fui ver quantos dias de subsídio para assistência a filho menor se tem direito. E descobri que, quando com um filho, tem-se direito a 30 dias de subsídio por ano. Com a vinda de um irmão (recordemos que é preciso incentivar a natalidade, num país cada vez mais envelhecido), tem-se direito a mais... um dia! Sim, é verdade! Está no site da Segurança Social. De onde se conclui que um filho tem direito a ficar 30 dias doente, dois filhos podem ficar 15,5 dias doentes cada (RuRu, põe-te fino, que já só tens direito a mais 6,5 dias!), três já só ficam 10,7 dias cada e por aí em diante... Enfim!

Acabámos por ficar os três em casa, outra vez. O Miguel já estava a piorar e o oftalmologista achou que era melhor ele fazer o antibiótico também. A ver se é desta que irradicamos a conjuntivite cá de casa!

Comentários

Playgroup de Gaia | Dia dos Avós

Posts mais lidos