O Miguel e o Pai Natal - parte II

Há dias, quando regressava das análises ao sangue que mais me custam fazer pelas horas em jejum que envolvem, fui com o Miguel ao shopping (o principal objetivo era comer um gelado sem que ele reparasse...).

Quando lá chegámos, passámos à frente da casinha do Pai Natal. Mas desta vez, nem com a desculpa de lhe perguntar pelo Mickey, consegui que ele se aproximasse. Como não tinha planeado irmos lá, também não tínhamos as ditas bolachinhas para lhe levarmos. Por isso, não tinha grande esperança de conseguir tirar a desejada foto.

Não insisti e lá fomos à nossa vida: papa para o Miguel e gelado (merecido) para a Mamã.

Antes de virmos embora passámos, novamente, como quem não quer a coisa, em frente ao Pai Natal. Estava lá uma menina um bocadinho mais pequenina que o Miguel (também muito pouco convencida que era boa ideia tirar uma foto com o Pai Natal). Com o pretexto de ir dizer olá à menina, lá consegui que ele se aproximasse.
Ele lá andou por ali a brincar, mas sempre com uma distância de segurança do Pai Natal considerável (o que, dificultando a foto em si, pode significar que a conversa do não se fala com estranhos seja mais fácil...).

Eu acabei por me sentar ao lado do Pai Natal a ver se o convencia a fazer o mesmo. O máximo que consegui foi que ele se sentasse ao meu colo, ao lado do Pai Natal.

E lá tirámos a foto: o Pai Natal, o Miguel, eu e o Mano :)

Comentários

Posts mais lidos